quinta-feira, abril 01, 2010


Exagerar no chocolate provoca bagunça no organismo
Ganho de peso, refluxo, acne e até diarreias podem acometer quem passa do ponto
Por Adriane Zimerer

Preto, branco, crocante, amargo, recheado, light ou diet. São camadas e camadas de chocolate que dão forma ao ovo mais saboroso do planeta: o ovo de Páscoa. Além disso, barras de chocolate, bombons e trufas encorpam a cesta da comemoração mais doce do ano.

O problema é que com tanta opção fica fácil passar do ponto na quantidade ingerida, e como todo excesso, o de chocolate também faz mal ao organismo. Segundo Pedro Saddi, médico endocrinologista e clínico geral da Universidade Federal de São Paulo, um dos maiores impactos é com relação ao ganho de peso.

"O chocolate é rico em açúcar e gorduras, concentrando muitas calorias. Quem come demais, e não queima a energia adquirida, vai engordar", afirma o especialista. Mas não é só isso.

O sistema digestivo também sofre com a comilança do chocolate. É que esse doce possui substâncias que podem provocar refluxo dos sucos gástricos, uma ação que acontece quando o conteúdo ácido do estômago retorna para o esôfago, provocando, ardor, queimação e mal-estar.

"A intensidade varia de pessoa para pessoa. Mas é preciso procurar um médico para analisar os prejuízos", explica o especialista.

Reações alérgicas
O chocolate pode desencadear alguns processos alérgicos quando consumido em excesso. A nutróloga, Daniela Hueb, membro efetivo da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, explica que alguns estudos revelam que crianças chegam até a desenvolver uma rinite alérgica muitas vezes confundida com resfriado.

Outras reações comuns derivadas do alto consumo deste alimento são coceiras, irritação na pele com vermelhidão e bolhas, diarreia e até falta de sono.


A acne pode aparecer em pessoas que tem a pele oleosa ou com tendência maior para ter cravos e espinhas, se a ingestão de chocolate for grande. Outro desprazer são as crises de enxaqueca, que podem ser desencadeadas pelo consumo da guloseima.
Mas, segundo especialistas, não há estudo que comprove a relação do chocolate com dor de cabeça ou espinhas. Quem sofre desses males deve observar se a doença se agrava após a ingestão do alimento e maneirar no consumo.

Quanto posso comer sem passar mal?
De acordo com o endocrinologista Pedro Saddi, em geral, a quantidade de 100 gramas por dia de chocolate seria uma boa medida de consumo.

"Um quilo de chocolate tem cerca de cinco mil calorias, ou seja, é duas vezes e meia o montante de calorias que um homem adulto necessita consumir em um dia. Dessa forma, um pedaço pequeno já tem calorias consideráveis", diz ele.

2 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Desejo a vocês...
Fruto do mato
Cheiro de jardim
Namoro no portão
Domingo sem chuva
Segunda sem mau humor
Sábado com seu amor
Filme do Carlitos
Chope com amigos
Crônica de Rubem Braga
Viver sem inimigos
Filme antigo na TV
Ter uma pessoa especial
E que ela goste de você
Música de Tom com letra de Chico
Frango caipira em pensão do interior
Ouvir uma palavra amável
Ter uma surpresa agradável
Ver a Banda passar
Noite de lua cheia
Rever uma velha amizade
Ter fé em Deus
Não ter que ouvir a palavra não
Nem nunca, nem jamais e adeus.
Rir como criança
Ouvir canto de passarinho.
Sarar de resfriado
Escrever um poema de Amor
Que nunca será rasgado
Formar um par ideal
Tomar banho de cachoeira
Pegar um bronzeado legal
Aprender um nova canção
Esperar alguém na estação
Queijo com goiabada
Pôr-do-Sol na roça
Uma festa
Um violão
Uma seresta
Recordar um amor antigo
Ter um ombro sempre amigo
Bater palmas de alegria
Uma tarde amena
Calçar um velho chinelo
Sentar numa velha poltrona
Tocar violão para alguém
Ouvir a chuva no telhado
Vinho branco
Bolero de Ravel
E muito carinho meu.

(Carlos Drummond de Andrade)

Feliz Páscoa.

beijooo.

Luciana Onofre disse...

Olá, meu blog Germinando mudou de endereço, te convido a continuar seguindo-o por lá,

http://gherminando.blogspot.com/

Grata,

Luciana Onofre