quinta-feira, dezembro 31, 2009

Feliz 2010 a todos


Quando nos olhamos no espelho, sempre vemos marcas que o tempo se incumbe de nos ofertar; machucados por um acidente qualquer, linhas que o próprio tempo deixa, olhos que exprimem sofrimento, alegria, tristeza, satisfação, decepção, enfim, vemos a matéria, ou seja, o resultado de nossa vida em forma física... isso, vemos em nós mesmos e podemos ver nos outros...
Mas a alma... Ah... isso somente nós podemos ver e sentir, quando se trata de nós mesmos. Olhe para dentro de si e tente lembrar o que foi feito de bom ou ruim; procure repetir as coisas boas, muitas e muitas vezes...
Erros? Não esqueça para não repeti-los... Acontecimentos ruins involuntários, esqueça e pense que no futuro virão muitas coisas boas e que você será forte para enfrentar quaisquer situações complicadas ou embaraçosas que possam aparecer. Seja positivo(a), afinal há o livre arbítrio e é você quem decide como quer viver a sua vida. Escolha o melhor ! Desejo a você um ano novo repleto de saúde, paz, felicidade, amor e prosperidade.

TE DESEJO...

FELICIDADE ao máximo!

SERENIDADE em cada amanhecer!

ÊXITO em cada fase da tua vida !

BONS AMIGOS para todas as horas!

AMOR que nunca termine!

BOAS LEMBRANÇAS de tudo o que foi vivido!

Um BONITO HOJE, com muito para agradecer!

Um CAMINHO que te guie até um grandioso futuro!

SONHOS se concretizando em realidade!

JESUS em seu coração a cada respiração!

TUDO DE BOM, HOJE E SEMPRE!!!

UM FELIZ 2010

quarta-feira, dezembro 30, 2009

As cores para usar no Ano-Novo

Regência de Vênus muda o significado das cores na virada de 2010
Neste ano, o amarelo indica desequilíbrio, já o violeta atrai um novo amor
Por Camila Michel

Branco é paz, vermelho é paixão e verde é dinheiro. Pelo menos é assim que muitas pessoas escolhem a cor (seja da lingerie ou da roupa) para passar a virada de ano. A escolha certa promete ajudar na realização dos sonhos do Ano Novo e ainda deixam o réveillon mais colorido.

Mas, de acordo com o astrólogo Daniel Atalla, da Escola Esotérica, de São Paulo, não é tão simples decidir com qual cor você deve passar a virada de ano. "Os significados das cores mudam de acordo com o planeta de regência, que em 2010 será Vênus. É importante ficar de olho nestas mudanças, que podem alterar os significados e trazer sentimentos diferentes daqueles que você almeja", explica o astrólogo. Ele explica o significado de cada uma delas. Confira:

Branco: vai ajudar no controle dos próprios sentimentos e também no bem-estar dos relacionamentos, seja na família, no amor e até no trabalho. "Esse ano, o branco é a cor do equilíbrio já que deixa a pessoa livre para receber as energias de Vênus", explica Daniel Atalla.

Vermelho: a cor, que é sinônimo de paixão chega com um significado diferente para esse réveillon. "Como 2010 é regido por Vênus, o vermelho, que é uma cor feminina como o planeta, ganha o significado de poder. É uma ótima opção para pessoas que se sentiram depressivas em 2009", diz o astrólogo.

Violeta ou roxo claro: "o violeta até o roxo clarinho (lilás) são os tons perfeitos para quem deseja arrumar um novo amor. Vênus tem uma ligação enorme com a cor, por isso ativa esse sentimento", diz o especialista.

Rosa: trabalha os sentimentos deixando as pessoas mais emotivas."É uma ótima opção para alavancar os sentimentos e fazer com que as pessoas comecem a sentir mais emoção diante de diferentes acontecimentos. Mas, vale lembrar que não é aconselhável para pessoas muito carentes", diz Daniel.

Amarelo: de acordo com o especialista, nessa virada de ano é preciso esquecer o amarelo, já que ele significa desequilíbrio. "A cor não está relacionada com Vênus, por esse motivo pode trazer muita insegurança, em todos os lados da vida. Quem não quer dispensar a cor, deve apostar no dourado, que é um pouco mais neutro", explica o astrólogo. Trabalha os sentimentos deixando as pessoas mais emotivas. "É uma ótima opção para alavancar os sentimentos e fazer com que as pessoas comecem a sentir mais emoção diante de diferentes acontecimentos. Mas, vale lembrar que não é aconselhável para pessoas muito carentes", diz Daniel.

Preto: diferente do que as pessoas pensam, o preto, não é uma cor negativa para se passar a virada do ano. "Nessa virada de ano, o preto é a cor perfeita para estimular o lado financeiro. A única ressalva é que ela pode causar isolamento", explica o astrólogo

Simpatias e rituais para 2010


Simpatias e rituais para alcançar suas metas em 2010
Fique de olho nas dicas do astrólogo André Mantovanni e parta para o ano da conquista
Por Natalia do Vale

Trocar de emprego, fazer dieta, arrumar um namorado, fazer aquele curso, comprar uma casa, reformar o banheiro , passar mais tempo com a família, aproveitar melhor a vida...No final do ano terminar, todo mundo faz uma listinha dos objetivos que deseja alcançar no ano seguinte.

E, para alcançá-los, vale tudo: pular sete ondas, comer uva ou lentilha, colocar sementes de romã na carteira e até apelar para as cores. "É tempo de fazer um balanço do ano que se foi e encher o coração e a alma de boas energias, por isso, nunca é demais começar o ano com um ritual ou uma simpatia. Eles sempre ajudam a manter as coisas em harmonia", explica o astrólogo André Mantovanni. A seguir, o especialistas ensina as receitas para arrasar em 2010.

Conquiste um novo amor

Material
1 saco pequeno feito de tecido vermelho
Essência de rosas
Pétalas de rosas vermelhas

Coloque as pétalas no saquinho e pingue seis gotas de essência. Coloque apenas seis gotas, porque o número seis é o número do amor.

Durante este processo, mentalize o que você quer para sua vida amorosa. Amarre o saquinho e guarde na sua carteira, mochila, em algum local especial da casa ou embaixo do travesseiro. Depois de realizar seus desejos, jogue o saquinho em algum lugar cheio de natureza. Um parque ou praça, por exemplo.

O número seis é o número do amor

Caixa dos milagres para o amor

Material
1 caixa em formato de coração ou redonda na cor vermelha ou rosa
2 cristais de quartzo rosa. "O quartzo é o símbolo do signo de Touro e é também o símbolo do amor", explica André.
2 rosas vermelhas (pétalas)
6 gotas de essência de rosas
1 papel branco 1 lápis

Modo de fazer
No papel branco, escreva três pedidos em forma de agradecimento. Ao final escreva a frase: "Para o bem de todos os envolvidos. Amém". Dobre este papel e coloque-o dentro da caixa junto com os demais ingredientes. Feche a caixa e coloque-o num lugar especial de sua casa. Quando seus pedidos forem atendidos, entregue esta caixa num local onde haja natureza.

Bolso cheio o ano inteiro

Material
3 folhas de louro verdes ou secas
3 moedas douradas de qualquer valor
1 prato branco
1 vela amarela de três dias

Coloque tudo no prato. As folhas de louro representam as realizações. As moedas, o dinheiro. Já a vela simboliza a prosperidade e, juntos, os ingredientes trazem a abertura dos caminhos nas finanças e prosperidade para o seu lar. Depois de colocar tudo no prato, deixe a vela queimar até acabar. Quando não houver mais chama, entregue os ingredientes, inclusive as sobras das velas, para a natureza.

Dinheiro no bolso

Material
1 vela vermelha de 3 dias
1 prato branco
3 paus de canela
3 galhos de folha de louro
3 moedas douradas
1 incenso de canela

Modo de fazer
Acenda o incenso de canela enquanto estiver preparando seu ritual. No centro do prato coloque a vela e ao redor coloque as 3 moedas douradas e os 3 pedaços de canela em pau e os 3 galhos de folhas de louro. Acenda a vela e deixe queimar durante os três dias. Coloque num lugar agradável da sua casa.

Quando a vela terminar entregue tudo num local onde haja natureza. Realize esse ritual na noite do dia 31 de dezembro para atrair a prosperidade para o ano que se inicia.

Para vender Saúde

Material
2 litros de água fervente
7 crisântemos de todas as cores. "O crisântemo atua eliminando as bactérias do organismo, reduzindo a inflamação e promovendo a atividade do sistema imunológico", explica.
7 cravos brancos
7 gotas de essência de mirra

Modo de fazer
Ferva a água em uma panela. Desligue o fogo e acrescente os crisântemos e os cravos. Coloque a essência de mirra e espere o banho ficar em temperatura ambiente. Tome um banho normal e, em seguida, jogue esta infusão do pescoço para baixo. Separe as sobras e jogue em um jardim ou embaixo de uma árvore, isso te trará muita saúde.

Ritual de paz para transformar as energias negativas em positivas

Material
1 vela violeta (de três ou sete dias)
1 prato branco "Você pode fazer aqui a oração de sua religião ou crença que te faça bem. O Salmo 91 da Bíblia (salmo mais poderoso que nos fortalece e nos traz proteção divina) é uma boa opção para quem não tem nenhuma crença específica e quer fazer o ritual. Caso não queira usar orações religiosas, faça seus pedidos com força enquanto realiza o ritual", explica o esotérico.

Modo de fazer
Coloque a vela no centro do prato. Acenda-a e leia sete vezes seguidas o Salmo 91 da Bíblia. Mentalize a solução positiva para seu problema ou dificuldade e repita este ritual quantas vezes forem necessárias.

O salmo deve ser lido todos os dias em que a vela permanecer acesa. Ao final do ritual jogue as sobras em um local onde haja natureza. Observações: "Caso a pessoa tenha outra crença, pode fazer a oração de sua preferência", explica André.

Sucesso profissional

Material
1 saquinho de tecido dourado
1 pedaço de papel branco
1 lápis
3 imãs
3 cravos - da- índia
moedas douradas de valor corrente
1 vareta de incenso de acácia

Modo de fazer
Escreva seu nome e data de nascimento no papel branco. Coloque este papel junto aos demais ingredientes dentro do saquinho dourado e feche-o. Passe esse amuleto sobre a fumaça do incenso mentalizando seus pedidos profissionais. Quando já tiver realizado seus desejos ou quando achar necessário jogue-o num local onde haja natureza.

terça-feira, dezembro 29, 2009

Bençãos de Luz


Bênçãos de Luz
(autoria por mim desconhecida)

O Criador nos recorda que as bênçãos se contam pela maneira com a qual escolhemos vê-las.

Qualquer coisa que traga um sorriso a teus lábios, alegria a teu coração ou ligeireza a teu passo é uma Bênção.

Qualquer coisa que faça tua vida mais cômoda, diminua o peso de tua carga ou traga calor a teu lar é uma Bênção.

Qualquer coisa que apoie a teu corpo, aumente tua resistência ou abra teu coração é uma Bênção.

Qualquer coisa que te faça enxergar mais profundamente, expanda tua compreensão ou aumente tua compaixão é uma Bênção.

Qualquer coisa que coloque à prova tua força, fortaleça teu compromisso ou te obrigue a crescer é uma Bênção.

Que a Bênção da Luz seja contigo, a Luz Exterior e a Luz Interior.

Que a santa luz do sol brilhe sobre ti, e aqueça teu coração até que ele resplandeça como um grande fogo de turfa e assim o forasteiro possa vir e nele se aquecer, como também o amigo

Que a luz brilhe de dentro de teus olhos, como candeia colocada na janela de uma casa, oferecendo ao peregrino um refúgio na tormenta.

E que a bênção da chuva, da chuva suave e boa, seja contigo.

Que ela tombe sobre tua alma para que as pequenas flores todas possam surgir e derramar suavidade na brisa.

Que a bênção das grandes chuvas seja contigo, caindo em tua alma para lavá-la bem lavada, nela deixando muitas poças reluzentes onde o azul do céu possa brilhar e, às vezes, uma estrela.

E que a bênção da terra, da grande terra redonda, seja contigo.

Que sempre tenhas uma saudação amiga aos que passam por ti ao longo dos caminhos.

Que a terra seja macia debaixo de ti quando nela repousares, cansado, ao fim do dia; e, leve, ela descanse sobre ti quando, no fim, te deitares debaixo dela.

Tão leve ela descanse sobre ti, que a tua alma cedo se liberte de seu peso, livre e leve, a caminho de Deus.

E agora o Senhor Abençoe. E, com todo seu Amor e bondade, Abençoe.

segunda-feira, dezembro 28, 2009

Livro Infantil



Livro infantil incentiva alimentação saudável
Dados nutricionais e ideias de consumo dos alimentos se misturam numa viagem fantástica
Por Minha Vida

Pimentão vira beija-flor, repolho se transforma em leitão roxo e uma pacífica carambola ressurge como uma assustadora serpente. O livro Tem Planta que Virou Bicho! (Escrituras Editora) é a fusão do trabalho da publicitária Alda de Miranda com o olhar atento do fotógrafo Cacio Murilo, que deu vida a vegetais, frutas e legumes, esculpindo-os em divertidos animais.

O livro, recheado de poesia, fala sobre os alimentos e os animais de um jeito divertido e totalmente diferente. Entre rimas e imagens criativas, esta história conta sobre o dia em que os habitantes de um lugar distante resolveram brincar de faz de conta e os animais e as plantas decidiram trocar de lugar. Surgem, então, seres estranhos como o inhame-tubarão, o melão-canário, o chuchu-sapo, a maçã-coruja, a banana-boto, a uva-formiga e um curioso alho-pato.

Depois de uma tarde inteira de brincadeiras, tudo volta ao normal e as crianças percebem que tudo é possível quando usamos nossa imaginação.

Além de despertar o universo lúdico das crianças, o livro incentiva hábitos de vida saudáveis, fornece dados nutricionais sobre os alimentos que aparecem na história e ainda sugere formas divertidas de consumi-los. As imagens, supercoloridas, são uma atração à parte.


sábado, dezembro 26, 2009

Ano-novo pede branco

Ano-Novo pede branco e você também pode usar!
Clareie seu Réveillon sem medo dos quilos extras ou da lingerie marcada
Por Minha Vida

Mesmo quem não acredita em superstições, pensa no branco como alternativa para passar o Réveillon. A cor é clássica e traz vibrações de paz e tranqüilidade para o ano que está chegando. O problema está na composição do look, principalmente quando os quilos extras ameaçam o visual. "A escolha do tecido e do corte ideal permite que qualquer pessoa use branco sem se preocupar com as marcas no corpo", afirma a estilista Ramona Posh, que criou uma coleção com detalhes banhados a ouro e estampas metalizadas para este verão.

Numa entrevista exclusiva ao MinhaVida, ela ensina como você faz para deixar o visual mais colorido sem abrir mão da elegância que só o branco oferece, mostra como inserir brilhos com sofisticação, revela truques para que a lingerie não marque a roupa e ainda dá dicas para os profissionais de saúde (tão acostumados ao branco) apostarem na cor sem parecer que estão seguindo para o plantão.

Quais os tecidos e cortes para quem está acima do peso?
Qualquer tecido mais encorpado (sarja, algodão) ou molengo (malha de algodão) e soltinho. Evite rendas, transparências, lycra e viscolycra, que agarram no corpo. O corte deve ser levemente acinturado, mas nunca justo ou colado. Os vestidinhos com corte trapézio são uma ótima opção.

Que combinações fogem à "aparência de médico"?
Quebrar o look "branco total" com acessórios de outra cor (mas não muito coloridos) é a solução. Experimente o vestido branco com um lenço de seda colorido no pescoço ou o look calça a camisa com um cinto cru ou bege que tenha uma bela fivela em strass. A mistura de branco com bege é incrivelmente chique.

Que tecidos em branco mais brilhante são sofisticados?
Os tafetás e o shantung de seda. Aplicações em paetês bem sutis na organza são bem vindas.

Existem variações nos tons de branco? Quais são elas?
Existem os brancos mais "sujos" e os off-white, que têm aspecto de gelo, frozzen.

Qual o efeito causado pelos acessórios coloridos num look todo branco?
Tomando por base os acessórios, cintos, sapatos ou sandálias, bolsas, lenços e até relógios e bijoux, temos várias opções:
Look navy ou marinha: acessórios em azul marinho;
Look channel: acessórios em preto;
Look natural: acessórios em bege ou cru.

Evite cores como o amarelo, verde e roxo e aposte sempre nos cintos metalizados.

Que dicas devem ser seguidas para a lingerie não ficar marcada? Optar por calcinhas cor da pele com lateral mais larguinha ou, no caso de calças compridas, o fio dental. Truque: experimente comprar uma lingerie de número maior que a sua, habitual. Como fica maior, ela não forma dobras no corpo.

Como usar branco na praia?
Para quem vai passar o Réveillon na praia, os vestidinhos soltinhos de malha, com ou sem babados, e sandália rasteira com algum detalhe em prata ou ouro. Os macacões com corte anos 70 (cintura baixa e pernas largas, alongando a silhueta), as pantalonas e os vestidos ou blusas com camadas de babados (ambos proibido para as mais cheinhas ou para quem tem seios grandes) são incríveis.

Que combinações são indicadas para festas mais chiques?
Vestidos com tecidos nobres (seda, tafetá ou organza) usados com sandálias de salto alto são imbatíveis e super femininos. Uma bela jóia como um brinco grande e pulseira são fundamentais para compor um visual chique. Evite sempre brincos grandes com colar muito rente ao pescoço, uma combinação que pesa no visual.

Quais os erros mais comuns de quem decide usar tudo branco?
Usar lingerie de outra cor ou lingerie muito apertada que marca. Evite sutiã com alcinha de silicone que é absolutamente deselegante.

quarta-feira, dezembro 23, 2009

FELIZ NATAL

FELIZ NATAL
John Lennon

So this is Christmas
Então já é Natal
And what have you done
E o que você tem feito
Another year over
Um outro ano se encerra
And new one just begun
E um novo ano está chegando

And so this is Christmas
Pois é... Já é Natal
I hope you have fun
Eu espero que você se divirta
The near and the dear one
Com seus entes mais queridos
The old and the young
Que se divirta o jovem e o velho

A very Merry Christmas
Um feliz Natal
And Happy New Year
E Feliz Ano Novo
Let's hope it’s good one
Esperamos que seja bom de verdade
Without any fear
Sem nenhum temor

And so this is Christmas
Pois é... Já é Natal
For weak and for strong
Para o fraco e para o forte
For rich and the poor ones
Para ricos e pobres
The world is so wrong
Nosso mundo está tão errado

And so Happy Christmas
Mesmo assim tenha um Feliz Natal
For black and for white
Para negros e para brancos
For yellow and red ones
Para amarelos e vermelhos
Let's stop all the fight
Vamos parar com toda guerra

A very Merry Christmas
Um Feliz Natal
And Happy New Year
E Feliz Ano Novo
Let's hope it's a good one
Vamos esperar que seja bom de verdade
Without any fear
Sem nenhum temor

And so this is Christmas
Pois é... Já é Natal
And what have we done
E o que nós temos feito
Another year over
Um outro ano se encerra
And new one just begun
E um novo ano está chegando

And so Happy Christmas
Então é Natal
We hope you have fun
Desejamos que você se divirta muito
The near and the dear one
Com seus entes mais queridos
The old and the young
Que se divirta o jovem e o velho

A very Merry Christmas
Um Feliz Natal
And Happy New Year
E Feliz Ano Novo
Let's hope it's a good one
Vamos esperar que seja bom de verdade
Without any fear
Sem nenhuma lágrima

War is over
A guerra acabou
If you want it
Se você quiser
War is over
A guerra acaba
Now
Agora


terça-feira, dezembro 22, 2009

Assédio no Trabalho

Uma em cada três mulheres já sofreu assédio no trabalho
Elas evitam a confraternização de fim de ano por temerem comportamento dos colegas
Por Minha Vida

Um estudo realizado pela Universidade de Lawoptions, no Reino Unido, informa que uma em cada três mulheres já sofreu algum tipo de assédio sexual no ambiente de trabalho.

A pesquisa aconteceu com mais de 2.300 mulheres. De acordo com os pesquisadores, a maior parte das mulheres informa que o assédio partiu do seu chefe direto e 16% das voluntárias também afirmam que vão para o trabalho com medo de enfrentar este tipo de situação com os colegas.

Entre todas as entrevistadas, apenas 12% disseram ficar "chateadas" com olhares indiscretos de colegas de trabalho, 17% ficam nervosas, 7% perdem a confiança no colega e 5% culpam a si próprias pelo comportamento.

Outro dado abordado pelo estudo mostra que com o fim do ano se aproximando, 14% das consultadas preferem evitar as festas de confraternização com medo do comportamento dos chefes e dos colegas de trabalho.


segunda-feira, dezembro 21, 2009

Ceia de Natal


Alimentos funcionais tornam a ceia de Natal mais saudável
Deixe a refeição deliciosa sem perder a tradição da comemoração
Por Especialistas

Fim de ano é sempre a época em que as pessoas querem manter a forma por causa do verão, mas acabam abusando nas festas como Natal e Ano Novo. Para que a ceia o Natal seja memorável em sua mente como algo saboroso e não com peso na consciência no dia seguinte, siga algumas dicas:

- Coma saladas antes do prato principal, a saciedade aumenta e você não abusa dos alimentos que engordam.

- Se possível, fuja do pernil, doces com leite condensado, frituras e massas de farinha branca.

- Opte por carnes mais magras como Chester / Peru.

- Se puder, troque as sobremesas por frutas como o figo, o pêssego, a uva vermelha e a cereja, devido aos seus valores nutricionais.

- Caso não resista, vale tentar as sobremesas com grãos integrais e frutas secas, como o panetone, ou doces feitos com frutas e açúcar natural.

- Exagerar em bebidas alcoólicas nunca é bom, mas para o tradicional e emocionante brinde, a melhor opção é o Vinho tinto.

- As tradicionais frutas secas e a castanhas são deliciosas e saudáveis, pois tem muitas vitaminas e minerais. Mas, atenção, tudo que é ingerido em excesso engorda.

Que tal a Maçã para incrementar os pratos?
A fruta cuida do nosso sangue é um meio delicioso para evitar as doenças cardiovasculares, devido ao seu alto poder antioxidante. Ela ajuda na prevenção do colesterol, é rica em fibras (solúveis), vitamina C e compostos fenólicos.

As fibras influem muito na redução do colesterol, pois elas ajudam a diminuir a quantidade deste no intestino delgado e a absorção dos lipídeos, já os compostos fenólicos atuam na inibição da oxidação da LDL-C e da agregação plaquetária, o que nos protege da arterosclerose.

Além de prevenir o colesterol, uma dieta que contém maçã, pode reduzir os riscos de doenças pulmonares, cardíacas, asma, diabetes e o desenvolvimento de câncer, além de ajudar a perder peso. Como já dizia Hipócrates: Faça do seu alimento seu medicamento

Conteúdo por:
Daniela Jobst
Especialidade: Nutrição

sexta-feira, dezembro 18, 2009

O Pequeno Príncipe


O Pequeno Príncipe
Fragmentos
Antoine de Saint-Exupéry


O Amor é a única coisa que cresce à medida que se reparte.

O amor não consiste em olhar um para o outro, mas sim em olhar juntos para a mesma direção.

Foi o tempo que dedicaste à tua rosa que fez tua rosa tão importante.

Não exijas de ninguém senão aquilo que realmente pode dar.

Em um mundo que se fez deserto, temos sede de encontrar companheiros.

Nunca estamos contentes onde estamos.

Será como a flor. Se tu amas uma flor que se acha numa estrela, é doce, de noite, olhar o céu. Todas as estrelas estão floridas.

Para enxergar claro, bastar mudar a direção do olhar.

Só se vê bem com o coração.

O essencial é invisível aos olhos.

Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.

Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós.
Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.

O amor verdadeiro não se consome, quanto mais dás, mais te ficas.

Só os caminhos invisíveis do amor libertam os homens.

O verdadeiro amor nunca se desgasta.

Quanto mais se dá mais se tem.

Se alguém ama uma flor da qual só existe um exemplar em milhões de estrelas, isso basta para que seja feliz quando a contempla.

Sois belas, mas vazias. Não se pode morrer por vós.

Minha rosa, sem dúvida um transeunte qualquer pensaria que se parece convosco.
Ela sozinha é porém mais importante que vós todas, pois foi a ela que eu reguei.

Foi a ela que pus a redoma. Foi a ela que abriguei com o para-vento.


Foi dela que eu matei as larvas.
Foi a ela que eu escutei queixar-se ou gabar-se, ou mesmo calar-se
algumas vezes.

É a minha rosa.

quinta-feira, dezembro 17, 2009

Relacionamento mais saudável


Como tornar o relacionamento mais saudável?
É preciso saber conviver primeiramente com a solidão, depois com outro

Existem varias fases no relacionamento, a primeira é a fase do envolvimento, a paixão. É quando o casal possui maior aproximação, e embora os sentimentos pareçam intermináveis, com o passar do tempo ela se acaba. O que é normal, por isso é fundamental ter uma base sólida, e dar espaço para sentimentos duradouros como respeito, admiração, valorização e o amor. Em outras palavras é gostar do outro de um jeito especial: mantendo envolvimento, troca de experiência, reconhecer necessidade de espaço e sobreviver aos problemas do dia-a-dia (desemprego, doenças, fofocas, etc).

Por falar em espaço é preciso saber conviver primeiramente com a solidão, depois com outro. Porém a palavra solidão geralmente tem um sentido negativo e traz automaticamente em nossas mentes, a sensação de tristeza, isolamento, angústia. Mas ninguém precisa estar solitário por um longo período de tempo e sim por um momento. Um momento de reflexão sobre você e suas atitudes, um momento de decisão onde o foco deve estar nas suas virtudes e necessidades e não na dos outros. E assim a solidão ganha um novo sentido, este positivo, de amadurecimento, crescimento e autoconhecimento.

Essa é chave de qualquer bom relacionamento, pois a individualidade faz parte da vida, e é preciso saber lidar com as diferenças e com os espaços necessários de cada um, mesmo estando acompanhado.

É importante lembrar que para muitas pessoas é bastante difícil conviverem consigo mesmas, parecendo assim sempre necessária a presença de outra pessoa como um suporte, seja para uma pequena eventualidade, para dizer o que deve ser feito, se autoafirmar, trazer felicidade... E isso é um mero engano, pois se você mesmo não consegue lidar com seus sentimentos e emoções, não consegue planejar e administrar sua vida, ninguém mais o poderá fazer. Cada um deve ter o controle e as soluções para seus próprios problemas, enxergar suas limitações e formar suas opiniões aprendendo assim a se conhecer melhor.

Muitas vezes, as pessoas focam o pensamento na parte ruim da vida em tudo que esta de certa maneira ruim, um pensamento negativo, um sentimento de solidão, problemas no trabalho, falta de emprego, falta de amigos, dificuldade de confiar nas pessoas, problemas na família, etc. Ao invés de resolver o problema em si, algumas pessoas projetam no outro as dificuldades, como se não fosse responsabilidade de cada um as resoluções individuais... Põem a culpa em outras coisas, no externo, no outro e nunca em si. É fundamental entender a causa e atuar sobre isso, deve-se ter a solução na causa e não na projeção do outro. As pessoas não são nem o problema nem a solução para situações difíceis, por isso não se deve casar, namorar ou ter um amante, filhos para suprir o tédio e desgaste normal da vida de cada pessoa. Por isso é tão importante saber lidar com o seu desgaste quanto com o desgaste do outro, pois o convívio produz este desgaste, mas é possível cuidar disso.

Obviamente precisamos da presença de amigos, família, de um amor em nossas vidas para partilharmos experiências, conhecimento, mas não se deve enxergar nas pessoas um espelho que reflita suas expectativas, ânsias, sonhos, opiniões e vontades da mesma maneira que você os projeta. O companheiro não pode ser uma armadilha, um encontro vazio e sem sentido, e sim uma troca, um complemento para ambas as partes. Até porque é a partir deste envolvimento que são criados laços fortes para os momentos de dificuldade e sofrimento.

Como anda sua vida? Você quer continuar assim? O que pode fazer para melhorar? As pessoas não sabem ás vezes como é ser feliz.

Cada um vive a vida com coisas do dia-a-dia e junto disso é preciso sonhar e fazer acontecer. A cada dia a gente deve escolher o que temos ou então, começar a construir onde queremos chegar o mais breve possível.

Inspirado no texto de Lya Luft.
Conteúdo por:
Adriana de Araújo
Especialidade: Psicologia

quarta-feira, dezembro 16, 2009

Aprendendo a ser só


Aprendendo a ser só
A felicidade pode ser alcançada na solidão
Por Minha Vida

Tenho observado o comportamento de algumas pessoas e vejo muita gente em busca de um relacionamento. Mas, ao mesmo tempo em que essas pessoas pedem por um relacionamento, elas estão vivendo na solidão. E uma coisa é clara e sei que você vai concordar comigo: nunca devemos pedir um relacionamento a partir da solidão, certo?

Quando as pessoas fazem isso, elas estão se movimentando na direção errada, e o resultado final será contrário ao que elas imaginam.

Transferir para o outro a responsabilidade da sua felicidade é incorreto, pois o outro será utilizado como um meio e a atitude será recíproca. E quando o assunto é relacionamento, ninguém pode ser usado como meio para nada.

Cada um de nós é um fim em si mesmo. Você concorda comigo?

Cada vez mais parece que o estar sozinho assusta as pessoas. Talvez seja o medo da solidão, a pressão da sociedade. Talvez seja o tal modelo comum que tanta gente se anula e desiste de buscar a felicidade em função dele.

É por isso que eu digo: aprenda a ser feliz sozinho.

O dia que as pessoas conseguirem ser felizes sozinhas, elas estarão no caminho certo para serem felizes com alguém. Quando você é feliz, você tem algo a compartilhar, a dar. E quando você dá, você recebe; e não o contrário. É ai que nasce o desejo de amar alguém.

O que a maioria das pessoas tem é a necessidade de ser amado por alguém. E essa necessidade é errada, é falsa. Ela não alimenta. Essa necessidade parte do princípio de sermos aceitos, respeitados e desejados.

Super valorizamos nossas qualidades e ignoramos nossas fraquezas. Temos dificuldade em lidar com opiniões contrarias aquelas que temos sobre nós mesmos. Vivemos numa luta onde o ego e a vaidade constantemente sobrepõem nossa essência. E isso gera a solidão.

E quando as pessoas tiram a máscara, o lado frágil prolifera-se atrás de todas as imperfeições que elas tentam sufocar.

É por isso que insisto, quando as pessoas aprenderem a ser só, elas não precisarão mais usar máscaras.

Fernando Carrara
Especialidade: Bem-estar

terça-feira, dezembro 15, 2009

Coragem

Coragem
Letícia Thompson

Mudar uma vida em curso é um ato de coragem, todos dizem.

Ousar dizer "não", procurar outros caminhos, ver além do horizonte outras possibilidades e prosseguir com a cabeça erguida é uma atitude que requer muita força interior, pois significa ir contra pessoas, costumes e hábitos que deixamos se instalar no nosso dia-a-dia. Coragem ou ousadia?

Talvez os dois, pois sem ousadia é impossível se ter uma idéia e levá-la adiante; sem coragem não conseguimos forças para lutar pelos nossos ideais e sonhos. Dizem que só os fortes são capazes de tais atos. Talvez seja verdade, quem sabe?!

Mas aqueles que ficam, que se deixam levar pelas correntezas da vida, mesmo quando não se sentem felizes, que se sentem incapazes de uma atitude ou um gesto que possa fazer uma diferença, mesmo que pequena, eu não diria que são covardes ou que deixaram de ser corajosos...

Por que na verdade é preciso ter muita coragem para abrir mão e abandonar os próprios sonhos, dos próprios desejos, de um amor talvez e da própria definição de felicidade. É preciso muita coragem para se ficar onde se está, olhar o horizonte e acreditar que ele está muito longe e inacessível.

Tentar mudar o próprio destino talvez seja um ato de bravura; coragem mesmo é correr o risco de se olhar no espelho daqui a dez ou vinte anos e se dizer que a vida passou muito rápido e que talvez as coisas pudessem ter sido diferentes se a gente tivesse apenas ousado, nem que fosse por uma vez, mudar o curso das coisas.





segunda-feira, dezembro 14, 2009

Tautologia

VOCÊ SABE O QUE É TAUTOLOGIA?

É o termo usado para definir um dos vícios de linguagem. Consiste na repetição de uma idéia, de maneira viciada, com palavras diferentes, mas com o mesmo sentido. O exemplo clássico é o famoso 'subir para cima' ou o 'descer para baixo'. Mas há outros, como você pode ver na lista a seguir:

- elo de ligação - acabamento final - certeza absoluta - quantia exata - nos dias 8, 9 e 10, inclusive - juntamente com - expressamente proibido - em duas metades iguais - sintomas indicativos - há anos atrás - vereador da cidade - outra alternativa - detalhes minuciosos - a razão é porque - anexo junto à carta - de sua livre escolha - superávit positivo - todos foram unânimes - conviver junto - fato real - encarar de frente - multidão de pessoas - amanhecer o dia - criação nova - retornar de novo - empréstimo temporário - surpresa inesperada - escolha opcional - planejar antecipadamente - abertura inaugural - continua a permanecer - a última versão definitiva - possivelmente poderá ocorrer - comparecer em pessoa - gritar bem alto - propriedade característica - demasiadamente excessivo - a seu critério pessoal - exceder em muito.

Note que todas essas repetições são dispensáveis. Por exemplo, 'surpresa inesperada'. Existe alguma surpresa esperada? É óbvio que não.
Devemos evitar o uso das repetições desnecessárias. Fique atento às expressões que utiliza no seu dia-a-dia. Verifique se não está caindo nesta armadilha. Gostou?
Repasse para os amigos amantes da língua. Cultura ao alcance de todos. Vamos cuidar da nossa Língua Portuguesa, com certeza!
'Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina'. (Cora Coralina)

sexta-feira, dezembro 11, 2009

A inteireza da vida


A inteireza da vida
© Letícia Thompson

Ninguém vive pela metade. O espaço de vida de cada um é o que cada qual tem de inteiro. Se dura vinte ou cinqüenta anos, não faz diferença. O que conta é que uma vida é uma vida.

Não existe meio amor, meia felicidade, meia saudade. Todo sentimento por si só é inteiro. Ou a gente é feliz ou não é; ou ama, ou não ama; ou quer, ou não quer. Quando amamos, dúvida não existe; se queremos realmente, dúvida não existe; se somos felizes... Cadê o espaço pra infelicidade, se a felicidade toma conta de tudo?!

Então, se você se sente nesse meio caminho, talvez seja o momento de parar e refletir um pouco na sua existência. A vida é inteira, mas não temos a vida inteira para decidirmos vivê-la intensamente. Temos o agora. Há quem diga que pelo fato de ser jovem ainda tem tempo. Mas quem, além de Deus, sabe dizer a medida da vida de cada um? Perdemos preciosos minutos no nosso hoje com a idéia que amanhã as coisas acontecerão e que podemos esperar.

Quando começamos a medir e pesar nossos sentimentos, não vamos a lugar nenhum. Haverá sempre uma luta cerrada entre o coração que quer viver e a razão que mede conseqüências. Medindo dificuldades, não fazemos nada. Se devemos medir alguma coisa, devem ser então as possibilidades. Aí sim estamos no caminho certo.

Para os pessimistas uma pedra é um estorvo, para os otimistas é um pedacinho do alicerce da própria vida. O segredo está no olhar com que cada um vê as situações.

Só enfrentando os medos e o desconhecido é que conseguiremos viver de forma inteira essa vida que se oferece a nós em pedaços. Ninguém disse que não há riscos. Mas não é melhor arriscar do que viver o restante dos nossos dias na infelicidade de se perguntar o que teria sido se tivéssemos tentado?

Quando fizer alguma coisa, faça com inteireza de coração. Ame totalmente, ria totalmente, faça de tudo um todo. A vida é bela demais para ser deixada em suspenso. O amor é bom demais para que possamos vivê-lo em pequenas partes, sem que o tornemos real e possível.

Tente viver com a metade do seu coração e veja se consegue... Difícil ser feliz sem ser completo. Impossível ser completo parado num caminho de indecisões.

O coração talvez não seja o melhor conselheiro. Mas é o que nos mantém vivos e que está sempre junto, sempre ligado a nós. Deixe, pelo menos uma vez, que ele fale mais alto...





quinta-feira, dezembro 10, 2009

Truques de maquiagem


Truques de maquiagem e cuidados com a pele ajudam a disfarçar uma noite mal dormida
Manuela Biz
Colaboração para o UOL

Preste atenção nas entrevistas sobre beleza feita com alguma celebridade. A maioria absoluta vai apontar uma regra básica para manter a pele e o cabelo deslumbrantes: dormir bem. Apesar importantes, as oito horas do famoso sono de beleza podem ser uma realidade distante.

O período insuficiente de repouso significa, na maioria das vezes, mau humor, dificuldades de concentração e uma aparência nada encantadora. Se este último é o seu problema, saiba que existem meios de disfarçar uma noite mal dormida escolhendo corretamente os produtos para tratar a pele, conhecendo bons truques de maquiagem e tomando um bom café da manhã. Aproveite este guia elaborado por especialistas na próxima vez em que o trabalho ou o happy hour se estenderem mais do que o planejado.

Despertar o corpo
Para começar bem o dia, nada como um bom banho... gelado! Apesar de não ser encorajadora, a baixa temperatura da água tem uma função importante, ela ativa a circulação sanguínea despertando o corpo cansando.

Estimule ainda mais os seus sentidos escolhendo produtos de banho com a fragrância ideal. Segundo a jornalista e autora do Guia de Perfumes, Renata Ashcar, os melhores aromas para energizar o corpo são os cítricos. Escolha seu sabonete e hidratante procurando por essências como bergamota, laranja, limão, mandarina, grapefruit e flor de laranjeira. Lavanda, alecrim e menta também são indicados pela especialista.

Questão de pele
Pele opaca é um sinal visível de cansaço. A renovação celular acontece naturalmente enquanto você dorme e, quando o repouso é insuficiente, este processo fica comprometido. Para a dermatologista Adriana Vilarinho, a melhor solução é esfoliar o rosto levemente pela manhã. O atrito remove as células mortas deixando a pele mais macia e com uma aparência viçosa.

Um produto do qual não se deve abrir mão após a limpeza é o hidratante. Ressecamentos acentuam linhas finas e olheiras, destacando ainda mais o cansaço. Em caso de linhas finas e rugas aparentes, vale apostar em produtos de lifting imediato, explica a expert. Estes cosméticos estimulam a firmeza da pele e suavizam a expressão cansada.

Por fim, não se esqueça de esconder as olheiras. O mercado conta com várias fórmulas que melhoram a circulação e por isso desincham e clareiam a região abaixo dos olhos. Segundo a médica, os ativos mais eficientes são aloe vera, arnica, hammamélis, tília, vitamina C e E. Mas quem não tem um desses à mão, pode sim apelar para as tradicionais compressas de chá de camomila. O método funciona pois a erva é um eficiente vaso constritor.

De dentro para fora
Refeição mais importante do dia, o café da manhã deve ser sempre balanceado, explica a nutricionista e personal diet da Fita Métrica Consultoria, Cinara da Silva Carvalho. Não deixe de lado produtos compostos por cereais integrais como pães e biscoitos, que são fonte de energia e ajudam a espantar o cansaço.

Se no happy hour você não resistiu a um drink, inclua frutas e mel neste cardápio. A frutose, açúcar presente nestes alimentos, acelera a queima das moléculas de álcool pelo organismo, explica a especialista. Ela também alerta para a necessidade de reposição de vitaminas do complexo B, que são eliminadas pelo corpo quando há ingestão de bebidas alcoólicas. Para isso, seu desjejum deve contar com queijos, ovos e outras proteínas. Ingerir água com frequência durante o dia também ajuda na eliminação do álcool retido no organismo.

Quem é vítima do inchaço e acorda com o rosto amarrotado pode apostar na melancia e no chá de capim cidreira, aponta a nutricionista. A fruta contém licopeno, vitaminas, é antioxidante e, o melhor de tudo, é diurética, ou seja, ajuda na eliminação de líquidos. Já o capim cidreira melhora a digestão e reduz o inchaço.

Toque final
Não perca tempo pensando no que fazer com seu cabelo. A melhor solução, segundo Denylson Azevedo, do Salão Vila Beauté, é um rabo de cavalo alto. O preso passa a impressão de um lifting, ao contrário, fios no rosto acentuam o cansaço. Finalizar com um gel molhado garante frescor ao look.

Na hora da maquiagem, o maior erro é exagerar na dose, alerta o maquiador. A base, por exemplo, usada em excesso pode esconder o brilho natural da pele deixando-a pesada. Escolha uma de textura fluida, que não vai acumular nas linhas de expressão, ressaltando-as. O mercado já conta com várias opções com partículas de brilho, que rebatem a luz disfarçando imperfeições.

O corretivo é o modo mais rápido de esconder olheira. O truque é usar produtos com tons rosados, que vão neutralizar as olheiras de base roxa ou esverdeada. Para disfarçar a palidez, Denyslon indica um blush coral, levemente aplicado sobre as maçãs em direção às laterais do rosto. A cor suave cria um corado saudável e natural.

Se ainda sobraram alguns minutos, aproveite para melhorar ainda mais seu visual. Use um iluminador em pó no canto interno ajuda a abrir o olhar. Aplique com um pincel, sempre descendo um pouco em relação ao limite do olho. O iluminador também pode ser usado ente as sobrancelhas e a maça do rosto, imitando o formato de um V. Estes pontos de luz deixam garantem viço. Para levantar a expressão, como em um lifting, contorne a parte inferior e externa das sobrancelhas com uma sombra clara, ensina Denylson.

Para finalizar, aposte no curvex e em muitas camadas de máscara para cílios, em cima e baixo. Use um lápis branco na parte inferior e interna dos olhos. Este trio é imbatível na hora sumir com qualquer vestígio de uma noite mal dormida.

quarta-feira, dezembro 09, 2009

Computador

Apague definitivamente os arquivos do seu computador
Por Raul de Oliveira

Já perdi a conta do número de vezes que alguém me chamou para dar uma força para recuperar arquivos perdidos de um HD que travou, ou para ajudar em uma deleção malsucedida (normalmente por falta de atenção).

Até a bem pouco tempo, nosso próprio editor teve que recorrer a um software de recuperação para salvar um HD formatado em FAT - sigla para File Allocation Table ou tabela de alocação de arquivos, que surgiu em 1977, para funcionar com a primeira versão do DOS - que havia travado com arquivos importantes.

O que não faltou nesse dia foram sugestões de programas para recuperação de arquivos e até mesmo indicação de empresas especializadas na recuperação de dados vitais de HDs de servidores de grande importância.

Ou seja, pensar que apagar uma imagem ou um arquivo é o fim da linha é um ledo engano. Tudo pode ser recuperado, principalmente porque, quando você apaga um arquivo do HD, ele apaga o índice, mas o arquivo permanece para ser sobrescrito por outro depois de um tempo.

A razão disso tem a ver economia de energia e tempo. Se toda vez que o computador apagasse um arquivo ele tivesse que realmente excluí-lo, a performance da máquina cairia. Logo, usar o "branquinho" digital foi a solução encontrada por nossos geeks desenvolvedores.

Mas existem casos em que você deseja dar fim de uma vez por todas a um arquivo, principalmente se ele é comprometedor (fala a voz da experiência). Nesses casos, você tem algumas opções.

A primeira delas é, depois que apagar um arquivo, limpar a lixeira e criar outros arquivos. Depois, apague-os novamente e assim por diante. Faça isso umas boas vezes, principalmente se o documento criado for grande. Isso obriga a gravação sobre a informação antiga. E digamos, é o método masoquista de eliminação crucial do arquivo, o que, ainda assim, pode deixar vestígios.

A segunda opção é optar um software destruidor de arquivos, e, nesse caso, existem muitos. Aliás, com uma busca por files shredder. você encontra tantos que chega a perder a conta das opções.

Mas como descobrir qual o melhor para atender à sua necessidade? Uma busca por comentários e recomendações, o único jeito. Cada caso é um caso, e cada software destruidor de arquivos trabalha de uma maneira diferente para eliminar os vestígios.

Dentro dessa categoria você encontra, por exemplo, o Revo Uninstaller, que tem como propósito desinstalar de verdade aqueles programas que você manda remover pelo Windows.

Se o caso for dar fim a documentos confidenciais, da mesma empresa você pode baixar o Unrecoverable Delete, que se propõe a eliminar os vestígios dos arquivos que você realmente gostaria de excluir.

Já o Universal Shredde é um software muito recomendado para você que gosta de uma interface bem trabalhada. Com ele, além dos arquivos que você deseja eliminar, você pode apagar o lixo de seu HD.

Existe também o File Shredder, que elimina definitivamente qualquer vestígio.

Além desses, é possível encontrar muitos outros em sites especializados em downloads, tais como EZ Wipe 2.9.5, Dr Delete 1.0 etc. Em um site especializado, por exemplo, a categoria de programas para limpeza de disco pode passar de 300 indicações.

Atente para o fato de que o meio correto de excluir um arquivo é manualmente, gravando e desgravando arquivos para serem sobrescritos. Tome muito cuidado, pois, ao utilizar os softwares indicados, não há volta. Os arquivos serão eliminados definitivamente.



terça-feira, dezembro 08, 2009

Insônia


7 hábitos simples para mandar a insônia embora

Ler um livro chato e tomar um chá (morno!) são medidas que pode ajudam a pegar no sono

Passou a noite virando de um lado para o outro e sem conseguir pregar o olho? Se o corpo sofre com a sonolência e lentidão durante o resto do dia, pior fica a mente, que está sempre cansada e cheia de horas de sono atrasada.

Ocasionada por diversos fatores, a insônia afeta crianças e adultos e pode ser controlada com soluções simples, porém, se o caso for crônico, caracterizando um distúrbio mais grave, apenas um tratamento com especialistas em distúrbios do sono poderá resolver.

"Se ela é mais simples, ou seja, dura menos de 20 dias, pode ser tratada com pequenas mudanças de hábitos. Caso seja crônica, com mais de 20 dias de duração, é melhor procurar tratamento médico adequado", explica o neurologista Shigueo Yonekura, do Instituto de Medicina e Sono.

A insônia não se caracteriza pela quantidade de horas dormidas, mas sim pela qualidade das hora de sono.

Shigueo explica que não há um padrão rígido para determinar a quantidade de horas de sono necessárias para uma vida saudável, porém, adotou-se usar como parâmetro algo entre 6 a 8 horas por noite para adultos, 9 a 10 horas para crianças e 6 horas para pessoas acima de 60 anos.

"Tem gente que dorme 6 horas por noite e se sente bem, outras precisam de 10 horas. Depende de uma série de fatores. O importante é se sentir bem disposto ao longo do dia", explica o neurologista. A seguir, o especialista dá dicas de hábitos que ajudam a driblar a insônia.

1. Livro chato
Boa para o corpo e para a mente, a leitura ajuda a melhorar a insônia, porém, devem-se tomar alguns cuidados na hora de escolher o livro de cabeceira: "Na maioria dos casos, a leitura ajuda a pegar no sono, mas recomendamos livros menos complexos e interessantes. Prefira ler coisas que não chamem sua atenção ao ponto de despertar sua curiosidade, senão, o efeito será contrário", explica o neurologista.

2. Trilha sonora
Escutar uma música antes de dormir pode ajudar a embalar o seu no sono, porém, músicas muito agitadas podem causar o efeito contrário e fazer com que você perca o sono e sinta vontade de sair dançando. "É melhor ouvir algo mais calmo, que te faça relaxar. Um ritmo mais acelerado vai te deixar agitado", diz Shigueo.

"Outro ponto que atrapalha é interromper o sono para trocar o CD ou mudar de estação, isso faz com que você prejudique seu sono e poderá se sentir cansado depois", continua o neurologista.

"Evite beber chá muito quente antes de dormir, pois elevam a temperatura corporal, dificultando o sono".

3. Chá tem que ser morninho
Os chás, que não são à base de cafeína, em geral, ajudam a relaxar e por isso são bons indutores do sono, mas o alerta fica para a temperatura da bebida: "Um chá de camomila ou erva-doce, por exemplo, faz bem porque relaxa, só que as altas temperaturas elevam a temperatura corporal e isso também pode causar insônia.Por isso, prefira chás gelados ou em temperatura ambiente e evite bebidas muito quentes antes de dormir", diz o neurologista.

4. Massagem
"A massagem ajuda a dormir porque relaxa os músculos e a mente. Uma das maiores causas da insônia, hoje em dia, é o estresse e as tensões acumuladas. A massagem é benéfica porque alivia estes sintomas", explica Shigueo.

5. Hora do leitinho
Shigueo Yonekura explica que o leite é rico em triptofano, um aminoácido que essencial para a síntese de serotonina, o hormônio do bem-estar. Por isso, consumir o alimento relaxa e garante uma noite tranquila.

6. Hora da malhação
Praticar exercícios físicos sem dúvida ajuda a amenizar a insônia, porém, Shigueo explica que existem restrições ao estilo e ao horário do treino: "É muito saudável e eficaz praticar exercícios físicos, só que os treinos devem ocorrer pelo menos duas horas antes do horário de ir dormir e não podem ser competitivos, senão, despertaram seu corpo e sua mente", explica o neurologista. "O ideal é praticar esportes mais leves, caso seja difícil praticá-los duas horas antes de dormir",continua.

7. Meditação
"Assim como a massagem, a meditação também acalma a mente e traz uma ótima sensação de bem-estar, por isso, a noite de sono fica ainda mais tranqüila", diz Shigueo.

A meditação permite equilibrar seus estados físicos, mental e emocional. Com ela, é possível livrar a mente das preocupações que invadem o pensamento durante à noite e roubam o sono.

- Obesidade: "durante a noite produzimos a leptina, um inibidor natural de apetite. Quando não dormimos, cai a produção deste hormônio e a pessoa fica mais propensa a ganhar peso", explica o neurologista.

-Envelhecimento precoce e dificuldade de crescimento: Shigueo explica que é também durante o sono que produzimos o GH, hormônio do crescimento, responsável pelo crescimento do nosso corpo e pela elasticidade da nossa pele.

-Baixa de testosterona: outra consequência da insônia, para os homens, é a baixa da produção de testosterona, diminuindo a libido. "É durante o sono que repomos muitos de nossos hormônios, se dormimos mal, deixamos de produzi-los de maneira natural", diz Shigueo.

- Memória e concentração: além do cansaço e da irritabilidade, a pessoa que sofre de insônia também apresenta dificuldades de concentração e memorização de fatos recentes. Para Shigueo Yonekura, isso acontece porque interrompemos um processo natural de memorização e aprendizado. "É durante o sono que gravamos o que aprendemos ao longo do dia. Se o sono falha, a memória e a concentração ficam prejudicadas", finaliza.

segunda-feira, dezembro 07, 2009

Bons truques sobre vestuário


Decotes profundos e ombros à mostra são bons truques para as mulheres mais velhas

Desde os anos 60, valores como distinção, beleza ou riqueza vão perdendo sua força, na medida em que um novo atributo ganha importância no panorama da sociedade e do consumo: a juventude. Desde então, a indústria se dedica a criar imagens e produtos que procurem atender ao desejo de não envelhecer nunca.

Ao mesmo tempo em que a sociedade criou um ideal de beleza atrelado à juventude, surgiram para as mulheres novas possibilidades de realização, que vão além da aparência. Assim, paralelamente à necessidade de se manter jovem, a mulher saiu do seu casulo doméstico, começou a trabalhar e a criar interesses variados, tornando-se ativa e autônoma. A mulher madura de 30 anos citada por Balzac em seu famoso romance, não tem mais nada a ver com a mulher de 30 anos de hoje, em sua juventude plena. E, quando falamos da mulher madura, temos até dificuldade de definir quantos anos, afinal, ela tem.

Como consultora de moda, percebo a dificuldade principalmente das mulheres com mais de 50 anos de adaptar seu espírito jovem e ativo ao seu corpo, que muda muito rápido. Nossa coluna vai dar sugestões para que a mulher madura de hoje encontre um jeito próprio de se vestir, de acordo com sua nova posição no mundo.

A nova mulher madura
A revolução sexual, a pílula anticoncepcional e a vida profissional da mulher moderna, tornaram-na um personagem ativo da sociedade, criando novas necessidades para o seu guarda-roupa. Hoje, as mulheres não ficam apenas se preocupando com a idade, pois estão ocupadas com coisas mais interessantes. Mesmo assim, e até por conta desta participação mais ativa, a mulher que tem mais de 50 anos precisa muito mais de um guarda-roupa recheado, do que aquela de outros tempos, pois trabalha diariamente, sai à noite, namora e viaja.

Atributos da maturidade
Entre os atributos da maturidade, a tranquilidade é um dos mais reconhecíveis. Conviver com seus pontos fracos e saber tirar proveito dos pontos fortes, torna as mulheres mais velhas bastante sedutoras. Se a barriga não está em sua forma toda, podemos contar com um belo colo e ombros sensuais. Se a bunda já está um pouco caída, as pernas ainda se mantêm bonitas, se forem exercitadas. O porte e o andar da mulher madura têm firmeza e charme, e basta um pouco de autoconfiança para se sentir bem dançando e pagando a conta do restaurante.

O que isso tem a ver com moda? Tudo!
O maior problema da mulher madura é se entender nesta idade. É querer ser quem ela é: nem velha, nem mocinha. E para isso é importante se conhecer e se aceitar, com as perdas e os ganhos.
São duas, as "síndromes" mais comuns das mulheres maduras: o medo do ridículo e de aparecer, com decotes, cores vivas, estampas e excesso de bijuterias, o que gera um vestir discreto demais, neutro demais, ultrapassado demais. Ou, então, o contrário: o medo de se sentir velha, gerando um look vulgar, exagerado e démodé.

Pode vs. Não pode
As regras, não existem mais, o que dificulta um pouco as coisas. Mas algumas noções básicas podem nos ajudar a construir um visual moderno a adequado à idade. A primeira coisa que você deve fazer é analisar o seu corpo. A esta altura, você já deve conhecê-lo bem.

Importante também é dar uma geral no armário e se ver livre daqueles looks de época. Anos 70 e 80 fora do guarda roupa. Nada de calça semi baggy e paletós com cava enorme. Cabelos assimétricos ou vermelhos tingidos com henna indiana, esqueça. Bata hippie, saião de cigana, nem pensar! Você merece coisa boa e nova. Já estudou, trabalhou e cuidou de muita gente, cuide agora de você. Se livre das roupas velhas, mesmo as de ficar em casa, lingeries desgastadas, roupas da gravidez. Se você emagreceu ou engordou, encare o novo corpo e dê fim às roupas que não servem mais.

A construção de um novo visual
Ao definir seus pontos fortes, perceba que o colo deve estar bonito e capriche nos decotes. Ombros e costas geralmente estão em ordem e também podem ser mostrados. Se você fez plástica, colocou um peitão, abuse das frentes únicas, sem sutiã.
Tenha cuidado com as dobras e axilas mal cuidadas. Evite dar espaço a elas, se não estiverem bonitas. Muitas vezes é melhor usar uma pequena manga, que esconda esta parte do corpo, principalmente em ambiente de trabalho.
Se as pernas estão em cima, use comprimentos curtos, logo acima dos joelhos. Se seu joelho não for bonito, prefira os comprimentos logo abaixo, deixando ver a curva que afina na altura da canela, para que sua perna não aparente ser mais grossa.
Prefira os tecidos bons e os cortes bem acabados. Dê sempre preferência à qualidade. Não dá mais para dar truque, tem que caprichar. Cuide da pele do rosto, do pescoço e do colo e evite sair sem maquiagem.
Ela deve ser leve, aquela maquiagem que parece que não é nada, sabe? Cuide dos cabelos. Eles devem sempre estar limpos e de preferência penteados. Use poucas e boas bijuterias e acessórios da moda. Você pode estar com um vestido simples. Se estiver usando uma bela echarpe, uma bolsa bacana, um bonito anel, vai estar superbem.

Acima de tudo, aproveite sua vida. Lembre-se de manter-se saudável e flexível, de se movimentar e tomar muita água. Saia sempre. Aproveite que seus filhos já estão grandes e que você já se estabeleceu no trabalho. Vá ao cinema, ao teatro e viaje bastante. Não se deixe desanimar pelas mudanças, mas faça bom proveito das coisas novas que se apresentam!

Essa coluna vai para as nossas internautas que vão abalar no verão!
Colaborou para essa coluna Julia Guglielmetti.
Mariana Rocha é consultora de moda, formada e pós-graduada pela Faculdade Santa Marcelina, onde é professora e pesquisadora de moda

sexta-feira, dezembro 04, 2009

Geladeira em ordem

Como manter a geladeira em ordem

Manter a geladeira sempre em ordem não é perda de tempo e muito menos um capricho. Quando tudo está limpo, bem acondicionado e no lugar certo, a sua vida na cozinha fica muito mais fácil. Isso sem falar no desperdício de alimentos que você acaba evitando.

Veja aqui algumas dicas que vão ajudar você nessa tarefa:

1º passo: Capriche na limpeza

- Para começar, tire tudo da geladeira. Em seguida, desligue o aparelho da tomada.

- Se não tiver um modelo frost free, você precisa descongelar aquela camada de gelo que se forma no freezer. Desligue algumas horas antes e mantenha a porta semi aberta. Mas cuidado com a água do degelo. Para evitar sujeira, coloque uma vasilha grande onde a água escorre e depois descarte.

- Para limpar, use uma esponja suave ou um pano macio com um detergente ou sabão neutro. Nunca use produtos abrasivos ou muito fortes porque além do odor, eles podem riscar ou corroer o plástico e o esmalte de sua geladeira.

- Retire as gavetas e as prateleiras removíveis e lave cada uma. Passe um pano úmido em tudo, depois a esponja com o produto que escolheu. Enxugue com cuidado usando um pano macio, seco e limpo ou uma toalha.

- Atenção especial para a borracha da porta. Mantenha sempre limpa e verifique constantemente se ela não está ressecada. Se a porta não fechar direito, a geladeira consome muita energia, além de não alcançar a temperatura desejada.

Dicas:

- A limpeza deve ser feita todas as semanas, de preferência um dia antes da compra de perecíveis. Os resíduos não limpos podem provocar odor desagradável e contaminar o sabor dos alimentos.

- Depois de limpa, coloque algumas folhas de louro no interior da geladeira para absorver os odores fortes de alimentos.

2º passo: Deixe tudo organizado

Pronto. Agora que a sua geladeira está perfeitamente limpa, mãos à obra. Lembre-se de que cada área da geladeira tem uma temperatura diferente para que os alimentos sejam armazenados de forma correta e não estraguem antes do tempo.

Comece de baixo para cima:

- Gavetas: Conserve legumes e verduras em embalagens plásticas e afastadas do congelador para evitar que o frio queime as folhas. Salpique água e retire completamente o ar das embalagens antes de fechar.

- Primeira prateleira (inferior): Armazene as frutas logo acima das gavetas. As mais macias podem ficar em bandejas e as mais duras, embaladas em sacos plásticos.

- Segunda prateleira (intermediária): Conserve nessa prateleira os alimentos que vão ser consumidos rapidamente como bolos, doces e tortas. Sopas e caldos também, porém sempre em recipientes com tampa. Dê preferência aos formatos quadrados ou retangulares, que são mais fáceis de organizar.

- Terceira prateleira (intermediária): Armazene nessa prateleira os ovos (em vez de colocá-los na porta, como é sugerido pelos fabricantes), assim você evita a trepidação do abre e fecha da geladeira, além de mantê-los sob temperatura constante. Guarde também os alimentos que sobraram da refeição em recipientes plásticos ou de vidro, bem tampados.

- Quarta prateleira (superior): Nessa prateleira guarde a manteiga, o requeijão, o leite, os frios e os queijos, em recipientes bem fechados. Nela devem ficar também os refrigerantes, sucos ou água, se quiser que fiquem bem gelados.

Se houver uma gaveta de carnes logo abaixo do freezer, é lá que você deve mantê-las, incluindo os frios e as salsinhas.

- Porta de geladeira: A porta acomoda o ketchup, a mostarda, as geleias e compotas, a azeitona e as conservas, os refrigerantes em lata, caixas de suco ou leite abertos, e mesmo os alimentos infantis. Mas atenção: não exagere no peso. Isso prejudica o fechamento da porta e compromete a durabilidade da sua geladeira.

Dicas gerais:

- Alimentos que estragam facilmente devem ficar o mais perto possível do congelador.

- Posicione os alimentos para que o ar frio circule ao seu redor. Isso garante que ele será resfriado por completo.

- Enlatados nunca devem ser mantidos em seus recipientes originais. Depois de abertos, eles podem oxidar em contato com o ar e comprometer o alimento. Mantenha-os em recipientes plásticos ou de vidro, devidamente tampados.

- Mantenha os alimentos frescos em prateleiras separadas dos industrializados.

- Se quiser conservar bolachas, torradas, cereais ou mesmo salgadinhos sempre crocantes, feche-os adequadamente e guarde na geladeira, nas prateleiras intermediárias.

- Mantenha a água sempre bem tampada e dê preferência às garrafas de vidro.

quinta-feira, dezembro 03, 2009

Alternativas...

Alternativas...
© Letícia Thompson

As facilidades da vida nos limitam. Todas as nossas perfeições nos deixam assim preguiçosos e acomodados. Não desenvolvemos, por que não vemos a necessidade de ir além. É como ter acesso a algo e nunca buscá-lo, exatamente por que está ali, disponível.

Extasiamos-nos diante daqueles que encontram dificuldades e as vencem. Ficamos boquiabertos diante de vídeos de deficientes que faz muito mais que nós e nesses instantes nos sentimos culpados. Mas isso passa logo. Poderíamos, nesse caso, nos perguntar quem é o verdadeiro deficiente.

Esquecemos-nos que a vida é cheia de alternativas e nos bloqueamos diante do primeiro muro. Precisaremos primeiro estar cegos para que possamos desenvolver nossos outros sentidos? Será necessário perder o uso das pernas para se fazer uso das mãos e da mente?

Deus nos vê e Seu coração deve ficar apertado. Então Ele permite as dificuldades, não para nos maltratar, mas para que possa sair de nós o que melhor temos como a pérola fechada na concha e infinitamente mais linda que sua roupa.

A vida nos mói, amassa, derruba muitas vezes para que possamos encontrar as saídas, para que possamos aprender a enxergar com os olhos da fé, para que possamos desenvolver outros sentidos e enriquecer nossas vidas. Para que possamos ser exemplo para os que vêm atrás de nós, assim como são para nós aqueles que seguem adiante e nem sequer compreendemos como é que conseguem as forças.

Não é a cegueira ou os defeitos físicos que nos tornam incapazes e debilitados, mas a cegueira e defeitos da acomodação, do desânimo, da falta de perseverança.

As alternativas não faltam na vida. O que falta, muitas vezes, é a motivação. E se esta não vem por si só, será necessária sim uma queda, uma perda, uma dor para que possamos florescer e mostrar ao mundo do quanto somos capazes.



quarta-feira, dezembro 02, 2009

Retire seu filho do computador para brincar


Tire seu filho do computador com estas 9 brincadeiras
Elas unem adultos e crianças e fazem momentos se tornarem inesquecíveis

Entreter as crianças durante dois ou até três meses de férias exige muita criatividade. Além das viagens e dos passeios de final de semana, a programação precisa incluir atividades para os momentos em casa. "Quando os pais têm disposição, há muita coisa a se fazer", afirma a gerente geral do acampamento Peraltas, Marília Rabelo. "Muitas crianças são mal acostumadas por causa do comodismo dos pais, que acham mais fácil deixá-las em frente ao computador".

Mas nem sempre o problema está na falta de vontade. Muitos adultos esquecem facilmente os tempos de pequenos e precisam de uma ajudinha para bolar recreações. Abaixo, você confere uma série de dicas da Marília para ocupar o tempo do seu filho de forma saudável e, claro, aproveitar a ocasião para também dar muitas risadas com ele.

1. Gincanas: se você tiver espaço no quintal ou no jardim, esconda objetos e vá soltando pistas para crianças encontrá-los. É como uma caça ao tesouro e vale até pensar numa recompensa no final. Na falta de um quintal espaçoso, use os cômodos da casa para a brincadeira, tomando cuidado com a mobília e com objetos que se quebram facilmente.

2. Tiro ao alvo: elejam um alvo e, com aquelas arminhas de água, montem um campeonato. Que tal pais contra filhos? Uma idéia é pôr anilina na água para diferenciar os jatos de um time e de outro.

3. Pular elástico: a brincadeira é adorada pelas meninas que passam horas trançando as pernas nas tramas dos elásticos. A diversão é tanta que, na falta de um quintal, não custa experimentar na rua, mesmo.

4. Bolinhas de gude: um campeonato com elas rende até horas de muito entretenimento. A idéia é trombar umas nas outras ou formar casas, encaçapando as bolinhas do adversário.

5. Construir instrumentos: não precisa de muito. Com uma garrafa plástica e punhados de areia, você já consegue um chocalho. Uma tira de couro e um pedaço de madeira rendem um batuque. Depois, é só entrar no ritmo da festa.

6. Faça pipas: a diversão começa na escolha dos papéis e na confecção do brinquedo. Não bastasse, ainda tem a delícia que é empinar no quintal ou num parque.

7. Decore uma camiseta: pode separar uma peça e encher com tina para tecido e purpurina, retalhos e botões. Ela pode virar o uniforme da brincadeira nas férias ou até servir como presente para alguém especial.

8. Modele argila: a brincadeira faz sujeira, mas agrada crianças de todas as idades. Dá para fazer vasos, copinhos e porta-trecos. Além de modelar, as crianças adoram pintar as criações.

9. Monte um balanço: dá para pendurar na árvore ou até mesmo num pedaço de telhado que fique à mostra. Você só precisa de um pneu velho e de um pedaço de corda reforçado para conseguir montar o brinquedo favorito das crianças nos parquinhos.

terça-feira, dezembro 01, 2009

1º de Dezembro dia Mundial contra a AIDS

Dia Mundial contra Aids combatendo o preconceito e celebrando as duas décadas de resposta à doença - 1/12/2003

Programa Nacional de DST e Aids

Hoje, 1º de dezembro, é o Dia Mundial de Luta Contra a Aids. Para celebrar data e também comemorar os 20 anos da resposta brasileira à epidemia, o Ministério da Saúde estende uma grande “colcha da solidariedade”, na Praça dos Três Poderes, em Brasília. É uma forma simbólica de combater o preconceito contra os portadores do vírus HIV e de lembrar às vítimas que a doença já fez no país.

A colcha foi confeccionada por estudantes dos ensinos médio e fundamental que participaram de discussões sobre a importância da solidariedade às vítimas da doença. Cinqüenta e quatro escolas de todos os estados brasileiros e o Distrito Federal, além de organizações não-governamentais (ONGs), receberam um kit do Programa Nacional de DST/Aids com uma parte da colcha. Foram produzidos seis mil metros quadrados de mensagens de solidariedade às 135 mil pessoas vivendo com aids no Brasil.

Cerca de 300 estudantes estarão presentes à solenidade, pintando espaços vazios da colcha, ao som do Hino da Solidariedade, composto pelo músico mineiro Wagner Tiso, com letra da poeta e atriz carioca Elisa Lucinda. O hino foi criado a pedido da Organização Não-Governamental Ação e Cidadania, do Rio de Janeiro, para reforçar a urgência da luta contra a Aids nos países africanos. A gravação do hino reuniu vozes dos cantores mais populares dos cinco países de língua portuguesa: Angola, Moçambique, Guiné Bissau, São Tomé e Príncipe e Cabo Verde.

O Brasil está celebrando também 20 anos de resposta à epidemia. A data será lembrada com o lançamento de um selo pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. Para encerrar a solenidade, a Escola de Samba Grande Rio vai apresentar ao público o samba-enredo do Carnaval 2004 “Vamos vestir a camisinha, meu amor”. O samba defende o uso da camisinha como a forma mais eficaz de prevenção à Aids e será cantado pelo diretor da escola, o carnavalesco Joãosinho Trinta, mais cinco ritmistas, mestre-sala e porta-bandeira.

História – O primeiro caso brasileiro de Aids foi notificado em 1983. Nesse mesmo ano, começou a mobilização nacional para o enfrentamento da epidemia, com a união de forças entre o governo e a sociedade civil. A primeira ação foi em São Paulo, com a criação da Coordenação Estadual de DST/Aids pelo governo estadual e a mobilização de ativistas ONGs de pessoas vivendo com o HIV.

Além de relembrar essa trajetória, as atividades do Dia Mundial também vão servir como reflexão. Apesar de ser motivo para reconhecer os avanços do Brasil nessa área, é necessário pensar nos desafios do futuro, já que a epidemia permanece como um importante problema de saúde pública.

Os 20 anos de resposta brasileira à luta contra a Aids fez do país uma referência mundial. Os óbitos foram reduzidos em mais de 50%; a epidemia está estabilizada, com tendência à queda desde o ano de 2000; todos os doentes têm acesso universal e gratuito ao tratamento e aos exames; e a estimativa do Banco Mundial de que, no ano 2000, o Brasil teria 1,2 milhão de infectados não se confirmou. O país virou o século com uma estimativa de 600 mil pessoas com o HIV, ou 0,5% da população. Isso mostra o sucesso dos programas preventivos e educativos, que levam o país a um dos mais altos índices de uso do preservativo no mundo: 58% nas primeiras relações sexuais.

Dia Mundial – O Dia Mundial de Luta contra a Aids foi criado em 1988, durante Encontro Mundial de ministros de Saúde, em Londres, com a participação de 140 países. Objetivo da data é mobilizar governos, sociedade civil, portadores do HIV e outros segmentos da população para uma reflexão sobre a epidemia. A data simboliza, também, a solidariedade entre as pessoas e a luta contra o estigma e a discriminação.


segunda-feira, novembro 30, 2009

Erga-se


Erga-se!
© Letícia Thompson

Sabe aquele momento que a gente pensa que chegou no limite das próprias forças e que não vai mais conseguir avançar? Quando não contemos as lágrimas (e nem devemos!) e tudo parece um grande vazio...

Esse momento que, não importa a nossa idade, pensamos que já é o fim... e um desânimo enorme toma conta da gente...

Esse momento, ao contrário do que parece, é justamente o ponto de partida!!!

Se chegamos a um estado em que não avançamos mais, é que devemos provavelmente tomar uma outra direção.

Quando chegamos a esse ponto de tal insatisfação é sinal de que alguma coisa deve ser feita.

Não espere que os outros construam pra você, planeje e faça! Você é responsável pelos próprios sonhos e pela realização destes. Nas obras da vida não precisamos de arquitetos para planejar por nós. Com um pouco de imaginação e um muito de boa vontade podemos reconstruir sozinhos a casa que vamos morar e o futuro que nos oferecemos.

É humano se sentir fragilizado às vezes e mesmo necessário para que tenhamos consciência que não somos infalíveis, não somos super-heróis, mas seria desumano parar por aí. E injusto. Para os outros, mas principalmente para consigo mesmo.

Recomeçar é a palavra! Recomeçar cada vez, a cada queda, a cada fim de uma estrada! Insistir!...

Se alguém te feriu, cure-se!

Se te derrubaram, levante-se!

Se te odeiam, ame!

Erga-se! Erga a cabeça!

Olhando pra baixo só podemos ver os próprios pés. É preciso olhar pra frente.

Plante uma árvore, faça um gesto gentil, tenha um atitude positiva. É sempre possível fazer alguma coisa!

Não culpe os outros pelas próprias desilusões, pelos próprios fracassos. Se somos nossos próprios donos para as nossas vitórias, por que não seríamos para as nossas derrotas?

Onde errou, não erre mais! Onde caiu, não caia mais! Se você já passou por determinado caminho, deve ter aprendido a evitar certas armadilhas.

Então, siga!

Não se esqueça de uma grande promessa feita na Bíblia:

"Esforça-te e eu te ajudarei."

Dê o primeiro passo... depois caminhe!!!

Tenho certeza que a felicidade não mora ao seu lado, nem à sua frente, ela está junto de você!

Descubra-se, faça-se feliz e tenha um lindo dia!



sexta-feira, novembro 27, 2009

Criança mimada


Criança mimada denuncia preguiça dos pais
Falta de educação surge porque os adultos deixam de impor limites

Você já deve ter visto ou vivenciado a seguinte cena: no supermercado, uma criança se debate no chão, chora, berra, enquanto a mãe, em geral, costuma ficar bastante envergonhada com todos os olhares que se voltam para ela e para aquele pequeno ser tão sonoro, cuja vontade não foi prontamente atendida. O comportamento é típico de filhos mimados, encarados como um problemão. Mas como fazer para evitá-los? Boa parte da origem - e da solução - está nas mãos dos próprios pais.

O fato de um pai, uma mãe (ou ambos) mimar os filhos passa por diversos fatores e vai desde a superproteção até uma certa negligência. "Em vez de impor os limites e gastar energia discutindo com a criança, a saída mais fácil é atender seus desejos", diz a psicóloga Patrícia Spada, da Universidade Federal de São Paulo(Unifesp).

Outras questões que resultam na criança mimada incluem: a mãe com um alto nível de ansiedade, ou seja, com medo de que aconteça algo muito ruim para o filho; pais que demoraram muito para engravidar, e quando vem o bebê ele é tratado como um bibelô (algo frágil, que corre o risco de quebrar a qualquer instante) e a rivalidade entre o casal, levando-os a disputar o amor do filho mimando-o. O que também pesa é a imaturidade dos adultos por achar que uma criança bem amada é aquela que vai ter tudo que os pais não tiveram e um pouco mais, entre outros motivos.

Os efeitos do mimo
O mimo é a não colocação de limites claros e passar a atender a todos os desejos do filho, antecipar-se para que ele não se frustre, protegê-lo dos sofrimentos naturais e inerentes à vida. "São atitudes familiares que podem induzir a criança a ter um comportamento de risco não só na adolescência, mas ainda quando for uma criança maior", alerta a psicóloga Patrícia Spada.

Pais de filhos mimados tendem a ser super indulgentes e procuram até adivinhar qual deverá ser o próximo desejo da criança. Quando crescer, as chances dessa criança em não respeitar regras são enormes. Afinal de contas, ela foi criada como uma pequena "dona do mundo" - tudo que deseja ela tem, tudo que quer ela consegue.

"No futuro, eles podem desenvolver até um comportamento delinquente, quando muitas vezes se tornam líderes do grupo (pois foram tratados como autoridade ou realeza a vida toda), maltratando, prejudicando ou, no mínimo, desprezando os outros que não concordam com seu jeito de pensar e agir", ressalta Patrícia.

A Influência começa cedo
Desde o seu nascimento, o bebê está suscetível ao temperamento, às vivências positivas e negativas dos pais, aos modelos afetivos que eles tiveram, entre outros fatores que irão, certamente, influenciar e interferir no relacionamento pais e filhos.

Algumas atitudes dos pais podem, de fato, atrapalhar o desenvolvimento global adequado do filho, tais como: superproteção ou quando o contato com o filho é mantido de modo intenso e contínuo, seja dormindo com eles, amamenta-os durante bem mais tempo do que o recomendado pela Sociedade Brasileira de Pediatria (é essencial até o sexto mês de vida) e, principalmente, limitando o contato da criança com outras pessoas, ou com outros bebês.

De acordo com a especialista Patrícia Spada, são hábitos que impedirão o início da percepção do bebê de que o mundo não é somente a mãe ou o pai, mas está repleto de outros interesses - fato que pode deixar os pais bastante ameaçados em relação à perda do afeto do filho.

Outra atitude dos pais, frequentemente relacionada a abandono, mas disfarçada por comportamentos de total liberação, é a super permissividade, que consiste em fazer tudo o que o filho deseja, sem nunca colocar limites e nem posicioná-lo, explicando motivos de não poder fazer determinada coisa.

"No caso de bebês, uma situação que demonstra isto é quando os pais se adiantam aos desejos do filho, e prontamente tentam satisfazê-lo, não raramente, em relação à alimentação. Assim, a criança chora ou faz menção de reclamar e os pais, imediatamente, lhe dão comida, sem nem lhe dar a chance de perceber e sentir se está mesmo com fome ou não e conhecer seu ponto de saciedade", alerta Patrícia.

O poder do "Não"
É por volta dos dois anos de idade que a criança aprende a falar "Não". É uma descoberta natural, mas que por desconhecimento, os pais a enfrentam com receio de perder a autoridade e gera-se um círculo vicioso: a criança tenta se apossar de seus desejos e palavras recém-descobertas a fim de desenvolver seu mundo mental próprio ou sua identidade e, do outro lado, os pais temerosos não aceitam e muito menos compreendem esta fase e preferem eles dizer o "Não" a ficarem com a palavra final. É aí que começam os ataques dos pequenos. "A criança passa a ter verdadeiros ataques coléricos para se afirmar, cujo limite para a birra é uma tênue e frágil linha", acrescenta a especialista da Unifesp.

A idade crítica
Quando os pais não têm suas próprias questões emocionais bem elaboradas, é mais fácil que elas se confundam com as emoções do filho e, dessa forma, projetem nele seus desejos não realizados e suas frustrações. Por essa ótica, toda e qualquer idade é uma idade de risco para deseducar os filhos. "Cada uma das fases da vida exige dos pais atitudes firmes, afetuosas, e limites bem colocados evitando - ao máximo futuros transtornos de comportamento", alerta Spada.

O comportamento dos pais de não imporem limites para se livrarem do problema é uma situação mais comum do que se pensa. Em geral, os pais permitem que o filho faça tudo o que quiser com a condição de não incomodá-los. "É o que chamamos de superpermissividade e uma das consequências é a indisciplina da criança , diz a especialista.

Tem cura!
A reeducação sempre é possível, contanto que os pais realmente a desejem e estejam dispostos a arcar com as consequencias inevitáveis em função da mudança de atitudes, bem como com a resistência do filho em perder o trono (falso e prejudicial) no qual sempre viveu.

Geralmente, a escola chama os pais para orientá-los a procurar ajuda profissional, pois é no ambiente social do filho onde aparecem os desvios de conduta com mais frequencia. Outras vezes, os próprios pais percebem que tudo já está fora de controle e nem eles mesmos conseguem suportar mais tal situação. E é neste momento de coragem que podem procurar um profissional da área de psicologia para ajudar a criança a se desenvolver e aproveitar todas as suas potencialidades.

Confira abaixo as dicas da especialista Patrícia Spada para evitar a criança mimada em casa:
Quando a criança não aceita comer o que há na mesa e faz birra Resorver isto parte de uma boa comunicação da criança com os pais. O problema é que os lados não estão falando a mesma linguagem e, geralmente, há grande manipulação por parte da criança.

Há, de fato, o risco de a criança ficar sem comer, enfraquecida, vir a adoecer, e ela sente e percebe a insegurança e receio da mãe quanto a isso. Se a mãe não conseguir traduzir este clima emocional, será uma guerra de foice, pois ambos tenderão a mostrar ao outro quem é o mais forte e, é claro, a criança poderá estar em situação de risco.

Nestes casos, é indicado que a mãe converse muito com a criança, respeite-a em seu gosto alimentar, faça junto com ela alguns cardápios e insista, sem forçar, para que o filho experimente a comida, mas tenha a liberdade de escolher o que quer comer, mas contanto que coma algum dos ingredientes servidos.

Com o tempo, ele se sentindo respeitado como pessoa, sem ser forçado, sem sofrer violência (física ou psicológica), vai querer comer e passará a aceitar mais facilmente, em combinação com a mãe, o que quer que seja feito para se alimentarem.

Para que os filhos saibam reconhecer o valor material e o esforço dos pais para conquistá-las. Conversar sempre demonstrando sem cobrança o quanto é necessário para um adulto se esforçar para ter dinheiro; - Ajudar o filho a administrar sua mesada ( se a receber), deixando-o decidir pela forma que quer usá-la, mas também arcando com as consequências - quando a criança gastar tudo o que tiver. O adequado será que ela possa esperar e juntar o dinheiro todo novamente, aprendendo a esperar, a lidar com a frustração e reconhecer o amor dos pais por ele. - Não é saudável dar presentes para o filho o tempo todo.

É preciso que ele saiba a importância da economia regrada (e não exagerada), bem como a importância de os pais lhe pedirem opiniões sobre o que ele pensa que poderia ajudar para melhorar o orçamento da família.

Para que os filhos entendam o valor das amizades e a importância de compartilhar. Este é um valor que certamente começa em casa. Não é a mãe obrigando o filho a emprestar seu brinquedo favorito para o amiguinho que desenvolverá nele o sentimento de solidariedade ou de partilha. É natural que as crianças passem pela fase de não querer dividir nada do que é seu com nenhum amigo e, neste caso, é importante que a mãe e o pai respeitem e compreendam a posição e a emoção de seu filho e deixem que ele aprenda a lidar com as consequências de sua atitude.

Se os adultos estiverem emocionalmente bem, tranquilos e confiantes na educação que estão dando à criança, tudo não passará de mais uma fase conturbada e turbulenta, que quando acompanhada de perto pelos responsáveis pela criança, tende a se acalmar com o tempo.

Para evitar os ataques de choro e crises dos pequenos quando algo não sai como eles querem. Muitas vezes os ataques de choro e as crises não devem ser evitadas, justamente pela importância que a elas compete. Nenhum ser humano consegue tudo que quer na hora que quer e quando os pequenos percebem que eles também não são poderosos, - pois não só as coisas não são como querem como também não conseguem com que os pais atendam a seus desejos incondicionalmente - é o momento ideal para que devagar possam ir entrando em contato com a realidade e elaborar este sentimento de onipotência , tão natural e esperado nos filhos. É interessante salientar que, em geral, as crises de choro e de birra, muitas vezes, mais deixam os pais envergonhados - pela possível opinião dos outros (que nem se quer os conhece) de que não são bons pais, do que preocupados com a saúde emocional e mental ou desenvolvimento saudável do filho.